.
.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

08:00h às 11:30h e das 13:00h às 17:30h

Saúde - Sexta-feira, 25 de Junho de 2021

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Junho Violeta contra a violência à pessoa idosa

Junho Violeta contra a violência à pessoa idosa


A uma semana de encerrar o Junho Violeta, mês dedicado a conscientização e ao combate à violência contra a pessoa idosa, a Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Promoção Social (Setep) faz mais um alerta para a causa. Com o lema: “O respeito não envelhece”, a proposta da campanha é chamar a atenção para os cuidados, direitos e deveres com a pessoa idosa, mais uma forma de prevenir as diferentes agressões sofridas por essa parcela da população. “São vários os cuidados elencados com relação à pessoa idosa. Acredito que, principalmente, para manter uma boa qualidade de vida do idoso é necessário que a família demonstre muito afeto, muito carinho e muito respeito, para que esse idoso possa conviver na família com dignidade”, destaca a secretária da Setep, Maria Lúcia da Silva Godoi. O Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, 15 de junho, foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa. Envelhecer é um processo natural de todas as pessoas, mas é importante que toda a sociedade contribua para que essa fase seja percorrida com dignidade. “Às vezes o idoso enfrenta o esquecimento e ele gosta de falar coisas do passado. Então você que tem um idoso por perto, que você respeite e acolha as histórias que ele quer contar. A pessoa idosa tem muita experiência de vida, contribui muito para a história da humanidade e é fundamental mantermos o respeito e a dignidade deles”, reforça Maria. Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), toda pessoa com 60 anos ou mais é idosa. No Brasil, o Estatuto do Idoso foi criado em 2003 para regulamentar os direitos assegurados a essa população, em um dos artigos consta o seguinte: “Nenhum idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos, por ação ou omissão, será punido na forma da lei”. É importante que todos prestem atenção aos sinais de violência contra a pessoa idosa. As agressões podem ser realizadas de várias formas: violência física; negligência; violência sexual; psicológica e até mesmo patrimonial, que consiste no uso não consentido de recursos financeiros e bens. “Se a família ou algum conhecido suspeitar de casos de violência contra o idoso, que procure ajuda e denuncie. Nós temos o Centro de Referência Especializado de Assistência Social, o Creas, que é o equipamento responsável por verificar essa situação”, finaliza a secretária. * Em caso de dúvidas ou para denúncias entre em contato com o Creas pelo telefone (42) 3237 4071 ou ligue no Disque Denúncia 181.   Categorias: Assistência Social,

400 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.
.

Prefeitura Municipal de Piraí do Sul - PR.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.